Saiba o que é e como desenvolver um relatório escolar

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Os coordenadores, professores e diretores estão sempre em busca de melhorar o ensino oferecido aos seus alunos. Portanto, estão sempre pensando em estratégias eficientes para avaliar o desempenho escolar dos estudantes, que está diretamente associado à qualidade do ensino.

O relatório escolar é uma estratégia altamente relevante para as escolas que buscam excelência na passagem do aprendizado para os educandos. Afinal, com ele é possível avaliar de maneira bastante particular os pontos fortes e os desafios individuais de cada aluno e da turma em geral.

Porém, essa é uma ferramenta nova nas instituições e, por isso, ainda gera muitas dúvidas em coordenadores e professores. E é por isso que desenvolvemos este artigo, para ajudá-lo a entender melhor o que é um relatório escolar e o passo a passo para desenvolvê-lo de maneira bastante eficiente. Vamos lá?


O que é um relatório escolar?

Bom, primeiramente, é importante entender do se trata um relatório escolar. Ele é uma maneira de demonstrar, por meio de um relato descritivo, o desenvolvimento dos alunos ao longo de um determinado período

O relatório escolar tem sido utilizado no lugar no tradicional boletim. Ele tem mais ou menos a mesma função, mas é mais moderno e adequado, já que é mais elaborado, descritivo e detalhado. 

Qual a importância de um relatório escolar?

Os relatórios escolares são altamente impactantes na avaliação do aprendizado dos alunos.

Ao contrário dos boletins, que exibem apenas números (o que não é uma avaliação completa), os relatórios detalham, com base em vários aspectos dos estudantes como comportamentos sociais, criatividade, solução de problemas, além de aspectos mais técnicos relacionados às disciplinas o desempenho global dos educandos.

A partir desses relatórios, é possível identificar os pontos em que os alunos necessitam de maior apoio e atenção, facilitando para os professores pensarem em estratégias didáticas diferentes que atuem nesses pontos de dificuldade, além de auxiliar os coordenadores a pensarem o seu papel juntos à equipe docente, mantendo-os motivados, engajados e capacitados. 

O que deve ser avaliado em um relatório escolar?

O relatório escolar avalia o aprendizado dos alunos ao longo de um bimestre, semestre ou ano e, portanto, utiliza os resultados das atividades avaliativas feitas pelos alunos no decorrer do período específico, de maneira descritiva. 

Portanto, a escola deve aplicar métodos avaliativos que possibilitem aos professores manusear esses resultados para elaborar um relatório escolar completo, que seja uma espécie de diagnóstico de aprendizado. 

Para tanto, pense em comunhão com os professores em métodos avaliativos que produzam um relatório escolar consistente. Vocês podem pensar em:

  • avaliações mais tradicionais de cada disciplina;
  • discussões mais abertas e rodas de conversa. Nesse caso, usar gravadores ou filmagens para consultar cada colocação dos alunos em relação aos conteúdos escolhidos pelos professores (para as matérias da área de humanas essa é uma ótima estratégia de avaliação);
  • apresentação de seminários;
  • trabalhos em grupo;
  • autoavaliações.

Enfim, você deve investir em métodos avaliativos que deem base para construir um relatório completo sobre a curva de aprendizagem dos alunos de maneira efetiva e descritiva.

Como desenvolver um relatório escolar?

Agora que você conhece o que é um relatório escolar, sua importância e o que avalia, é chegada a hora de saber como elaborá-lo.

Antes de mostrarmos um passo a passo para o desenvolvimento de um relatório completo, vamos explicar qual o papel do coordenador no auxilio da elaboração desse método avaliativo. Confira!

Qual o papel do coordenador na elaboração de um relatório escolar?

Elaborar um relatório escolar para cada um dos alunos de todas as turmas de sua escola pode gastar um tempo precioso dos professores e é aí que você, coordenador, entra para pensar em artifícios de elaboração de relatórios que otimizem o tempo dos professores.

Os relatórios são textos descritivos e o coordenador deve pensar em modelos que sejam práticos e ao mesmo tempo de linguagem acessível, já que esse relatório é um documento que será também passado aos alunos e pais, que precisam entender o que estão lendo.

Pois bem, agora que você sabe qual o seu papel, confira 4 passos para orientar os professores de sua escola a elaborarem relatórios de maneira coerente e sem perda de tempo.

1. Estruture um roteiro para orientar os professores

Para otimizar o tempo dos professores na elaboração de um relatório escolar, é necessário organizar um roteiro que contenha orientações de como ele deve ser.

Para isso, sugerimos que você pesquise outras escolas que já adotam esse tipo de avaliação de aprendizagem, busque por modelos que te orientem qual conteúdo um relatório deve ter, como a linguagem deve ser etc. 

Nesse caso, é interessante ser bastante didático indicando como cada parte estrutural do relatório deve ser. Portanto, oriente como deve ser a estrutura do texto de um relatório. 

Bom, os relatórios, assim como demais gêneros textuais, possuem características específicas. Veja algumas delas:

  • primeiro parágrafo – procure colocar os objetivos gerais. Sugerimos que você instrua seu professor a indicar quais foram os projetos trabalhados com o aluno na disciplina, ressaltando o que ele buscava avaliar, seus objetivos e interesses.
  • segundo e terceiro parágrafos – desenvolva as observações feitas, o que precisou ser realizado em relação ao projeto. Aqui, é interessante explicar aos professores que descrevam como o aluno avançou em relação aos projetos trabalhados, o nível de aprendizagem, as dificuldades apresentadas etc.
  • último parágrafo – conclua o texto, fazendo os apontamentos necessários. Tente mostrar ao professor que ele deve explicitar aqui as intervenções feitas para que os adolescentes superassem as dificuldades encontradas.

É necessário que o relatório seja feito em linguagem formal, além disso, é necessário que ele não utilize termos que remetam à classificação ou julgamento. Portanto, evite usar adjetivos, como excelente, ótimo, satisfatório etc. O relatório deve servir para avaliar a aprendizagem particular do aluno e não para compará-lo com os demais colegas.

No entanto, é substancial que o relatório aponte os pontos em que a criança ou o adolescente devem melhorar. É interessante também lembrar os professores de não utilizarem uma linguagem muito técnica, já que o relatório será para a leitura do aluno e seus pais. 

Os relatórios são individuais e, portanto, devem conter informações somente do aluno em questão, sem citar quaisquer outros colegas de turma. 

2. Faça reuniões e discuta se as orientações foram claras o suficiente

Como é um método novo, é muito comum que ainda que as orientações sejam claras o suficiente existam dúvidas e mesmo erros na elaboração dos relatórios. Por isso, até que a fase de adaptação passe, é necessário fazer reuniões para saber dos professores as principais dúvidas e, você, como coordenador pedagógico, deve ser um suporte que os auxilie.

3. Revise os relatórios dos educadores

Para que os relatórios estejam alinhados com que o que a escola busca passar aos pais e aos próprios alunos, a coordenação precisa regularmente passar um pente fino nos relatórios elaborados pelos professores. Isso é essencial para que não haja divergências. 

Às vezes, a escola contratou professores novos que ainda não têm conhecimento da maneira como a instituição utiliza esse recurso e, portanto, precisam entender como elaborar um relatório completo. Nesses casos, é interessante explicar a eles as diretrizes para o relatório via e-mail ou mesmo pessoalmente.

4. Capacite os professores

O último passo para o desenvolvimento de um relatório escolar é investir na capacitação dos professores para que eles consigam se alinhar à escola e construir textos produtivos.

Muitos professores não possuem o hábito de produzir textos com frequência. Por isso, seria interessante investir em oficinas de produção de texto, para que eles saibam como desenvolver o pensamento por meio de palavras e consigam escrever textos descritivos, que possam ser bem compreendidos por pais e alunos.

O relatório escolar é uma ferramenta, que como citamos anteriormente, é excelente para avaliar o desempenho escolar. Se você quer que sua escola ofereça sempre o melhor ensino, leia nosso artigo sobre desempenho escolar e saiba como avaliá-lo e sempre buscar estratégias para melhorá-lo.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

5 × quatro =

Posts relacionados

[Ebook]

Captação de alunos em tempos de distanciamento social: estratégias para que sua escola minimize os impactos causados pelo isolamento

Está apreensivo com o desafio de conseguir captar alunos em tempos de distanciamento social? Então leia este nosso guia completo e veja estratégias para conseguir manter alunos e angariar novos em tempos de isolamento!

[Palestra online]

Como avaliar os estudantes no ensino online?

A necessidade de se desenvolver um ensino online durante a quarentena do Coronavírus levantou uma série de questões entre professores e gestores escolares. Uma delas é: como avaliar os estudantes?

[Infográfico]

3 práticas de ensino híbrido para aplicar na escola

Ainda com dúvidas a respeito de questões legais sobre o Ensino a Distância para a educação básica em meio à quarentena do Covid-19? Então este infográfico é para você. Ele sanará todas as suas dúvidas e te ajudará a saber como sua escola deve agir neste momento tão delicado!

[Infográfico]

Avaliação Formativa: o que é, características e quais seus instrumentos avaliativos

Quer mudar o método avaliativo

[Infográfico]

Como orientar pais e responsáveis sobre o ensino online

Está com dificuldades para orientar pais e alunos acerca da educação a distância em meio ao isolamento social? Então, baixe agora este infográfico!

[Ebook]

Como preparar os alunos para o Enem

Tem dúvidas sobre como preparar os alunos para o Enem, a fim de que eles se destaquem, tenham um bom resultado individual e, consequentemente, coletivo para a escola? Então este ebook foifeito para você!

Calendário vestibular 2021: Confira as datas dos principais processos

Não sabe como orientar os alunos de sua escola sobre as datas dos diferentes vestibulares? Teve dificuldade para encontrar as informações? Achou tudo muito desorganizado? Então este calendário é para você!

[Infográfico]

Orientações jurídicas para EaD: 9 principais perguntas

Em parceria com a Educa Legal, a Imaginie preparou este infográfico com as 9 principais perguntas e respostas sobre EaD!

[Ebook]

Tendências educacionais na sala de aula: como melhorar o desempenho e a comunicação com os pais

Encontre tendências educacionais que irão melhorar o desempenhos dos alunos da Geração Z e ainda aproximar a família de sua instituição!

[Modelo Gratuito]

Planejamento pedagógico de acordo com a BNCC

Você sabe como usar a BNCC na área de Linguagens? Entenda como planejar a leitura e a aplicação da produção textual no Ensino Básico de acordo com as competências da BNCC!

[Kit]

Ensino online: saiba como aplicá-lo em sua escola

Saiba tudo o que você precisa para desenvolver um ensino online de qualidade em sua escola e avaliar o seu funcionamento ao longo do tempo com este kit gratuito que preparamos para você!

[Ebook gratuito]

Como manter a rotina de estudo dos alunos em tempos de Covid-19?

Em parceria, a Imaginie e o Descomplica produziram um guia prático com 6 estratégias para manter os alunos engajados durante o período de quarentena.

[Ebook gratuito]

Indicadores de desempenho escolar

Saiba por que e como fazer uma gestão escolar baseada em dados!

Guia do planejamento escolar

Saiba o passo a passo para criar um planejamento escolar realmente eficiente!

Faça seu cadastro para receber nossa Newsletter