Tudo o que você precisa saber sobre o planejamento anual de acordo com a BNCC

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

A Base Nacional Comum Curricular é um documento normativo, que tem por objetivo elaborar e delimitar, por meio de um conjunto orgânico e progressivo, as aprendizagens essenciais. 

Essas aprendizagens essenciais devem ser seguidas por todas as escolas e alunos que estejam em curso na Educação Básica.

É importante mencionar que a Educação Básica compreende tanto a Educação Infantil e os Ensinos Fundamental e Médio.

A finalidade da BNCC é ajudar a superar a fragmentação das políticas educacionais, ensejando o fortalecimento entre as três esferas: federal, estadual e municipal. 

Nesse sentido, o planejamento anual de acordo com a BNCC deve seguir as normas desse documento para apresentar um currículo que desenvolva conhecimentos a respeito das disciplinas, mas que, além disso, busque formar cidadãos conscientes de seus deveres e direitos sociais.

Além de garantir o acesso à escola e evitar a evasão escolar, o objetivo de se desenvolver uma Base Nacional Comum Curricular é estabelecer um patamar comum de aprendizagens, assegurando o direito de aprender e se desenvolver que é inerente a todas as crianças e adolescentes. 

Pois bem, buscando alcançar o princípio da equidade, para que todos os estudantes possam ver todo o conteúdo que necessitam durante o período em que permanecem na escola, a BNCC estipula diretrizes que devem ser seguidas pelas instituições de ensino. 

A seguir separamos tudo o que você precisa saber para desenvolver um planejamento anual que siga as diretrizes estipuladas pela BNCC. Confira!


Competências gerais exigidas pela BNCC

A BNCC preconiza que os alunos que estejam em curso na Educação Básica cumpram 10 competências gerais, a fim de que se tornem cidadãos que buscam construir uma sociedade mais igualitária, justa, democrática e inclusiva.

Confira as 10 competências gerais:

  1. Valorizar e utilizar os conhecimentos historicamente construídos sobre o mundo físico, social, cultural e digital para entender e explicar a realidade, continuar aprendendo e colaborar para a construção de uma sociedade justa, democrática e inclusiva.
  2. Exercitar a curiosidade intelectual e recorrer à abordagem própria das ciências, incluindo a investigação, a reflexão, a análise crítica, a imaginação e a criatividade, para investigar causas, elaborar e testar hipóteses, formular e resolver problemas e criar soluções (inclusive tecnológicas) com base nos conhecimentos das diferentes áreas.
  3. Valorizar e fruir as diversas manifestações artísticas e culturais, das locais às mundiais, e também participar de práticas diversificadas da produção artístico-cultural.
  4. Utilizar diferentes linguagens – verbal (oral ou visual-motora, como Libras, e escrita), corporal, visual, sonora e digital –, bem como conhecimentos das linguagens artística, matemática e científica, para se expressar e partilhar informações, experiências, ideias e sentimentos em diferentes contextos e produzir sentidos que levem ao entendimento mútuo.
  5. Compreender, utilizar e criar tecnologias digitais de informação e comunicação de forma crítica, significativa, reflexiva e ética nas diversas práticas sociais (incluindo as escolares) para se comunicar, acessar e disseminar informações, produzir conhecimentos, resolver problemas e exercer protagonismo e autoria na vida pessoal e coletiva.
  6. Valorizar a diversidade de saberes e vivências culturais e apropriar-se de conhecimentos e experiências que lhe possibilitem entender as relações próprias do mundo do trabalho e fazer escolhas alinhadas ao exercício da cidadania e ao seu projeto de vida, com liberdade, autonomia, consciência crítica e responsabilidade.
  7. Argumentar com base em fatos, dados e informações confiáveis, para formular, negociar e defender ideias, pontos de vista e decisões comuns que respeitem e promovam os direitos humanos, a consciência socioambiental e o consumo responsável em âmbito local, regional e global, com posicionamento ético em relação ao cuidado de si mesmo, dos outros e do planeta.
  8. Conhecer-se, apreciar-se e cuidar de sua saúde física e emocional, compreendendo-se na diversidade humana e reconhecendo suas emoções e as dos outros, com autocrítica e capacidade para lidar com elas.
  9. Exercitar a empatia, o diálogo, a resolução de conflitos e a cooperação, fazendo-se respeitar e promovendo o respeito ao outro e aos direitos humanos, com acolhimento e valorização da diversidade de indivíduos e de grupos sociais, seus saberes, identidades, culturas e potencialidades, sem preconceitos de qualquer natureza.
  10. Agir pessoal e coletivamente com autonomia, responsabilidade, flexibilidade, resiliência e determinação, tomando decisões com base em princípios éticos, democráticos, inclusivos, sustentáveis e solidários.

Todas essas competências devem ser abarcadas nos currículos escolares. A seguir detalhamos um pouco mais sobre como a BNCC atua e normatiza a Educação Infantil, a Fundamental e o Ensino Médio.

BNCC para a Educação Infantil

Especificamente para a Educação Infantil, a BNCC estipula seis direitos de aprendizagem e desenvolvimento que devem ser efetivamente assegurados para que todas as crianças tenham condições de se desenvolver.

  • Conviver;
  • brincar;
  • participar;
  • explorar;
  • expressar;
  • conhecer-se.

Além disso, há também os campos de experiência:

  • o eu, o outro e o nós;
  • corpo, gestos e movimentos;
  • traços, sons, cores e formas;
  • escuta, fala, pensamento e imaginação;
  • espaços, tempos, quantidades, relações e transformações.

Banner de divulgação do Modelo gratuito de Planejamento Pedagógico de acordo com a BNCC. Link para download: https://conteudo.imaginie.com.br/modelo-planejamento-pedagogico-de-acordo-com-bncc?utm_source=blog-educacao&utm_medium=banner-artigo&utm_campaign=material-rico

BNCC para a Educação Fundamental

O Ensino Fundamental, de acordo com a BNCC, está organizado em cinco áreas do conhecimento. Estas áreas favorecem a comunicação e englobam os componentes curriculares. 

Portanto, um planejamento anual de acordo com a BNCC para o ensino fundamental deve passar pelas seguintes grandes áreas:

  • Linguagens – Língua Portuguesa, Arte, Educação Física, Língua Inglesa;
  • Matemática;
  • Ciências da Natureza;
  • Ciências Humanas – Geografia, História;
  • Ensino Religioso.

Cada uma dessas áreas definem as habilidades e aprendizagens que devem estar contidas nos currículos escolares.

BNCC para o Ensino Médio

O Ensino Médio para a BNCC está dividido em quatro áreas do conhecimento:

  • Linguagens e suas Tecnologias
  • Matemática e suas Tecnologias
  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias
  • Ciências Humanas e Sociais Aplicadas

Assim, como o Ensino Fundamental, cada uma dessas áreas estipulam as habilidades que devem ser incluídas no currículo nacional. 

Seguindo todas essas normas e diretrizes, o planejamento anual deverá ser elaborado levando em consideração o período para o qual ele será feito, seja ensino infantil, fundamental ou ensino médio. 

É interessante que você conheça bem o perfil da escola para que, assim, possa desenvolver um planejamento que engloba os objetivos e aprendizagens estipulados pela BNCC.

O planejamento escolar pode ser um projeto a curto, médio ou longo prazo. Um exemplo de planejamento a curto prazo seria o planejamento de aula, a médio prazo poderíamos sugerir um planejamento semestral e a longo prazo um planejamento anual.

A seguir, acompanhe o passo a passo para elaborar um planejamento anual de acordo com a BNCC.

Passo a passo para elaborar um planejamento anual de acordo com a BNCC

Para elaborar um planejamento pedagógico, seja de curto, médio ou longo prazo, você terá que seguir os objetivos determinados pela Base Nacional Comum Curricular.

Antes de selecionar os objetivos e aprendizagens disponibilizados pela BNCC, você deve conhecer e entender a missão e o perfil de sua escola e quais são os valores ela quer passar para seus alunos. 

Você também deverá conhecer a faixa etária com a qual irá trabalhar, uma vez que a BNCC divide de maneira bastante específica os objetivos e aprendizagens para cada faixa etária diferente.

Após essas primeiras etapas, você deverá selecionar e elaborar quais serão os conteúdos e as atividades que irá trabalhar com os alunos. Aqui, você irá desenvolver suas estratégias e seu plano de ação e ensino em conformidade com objetivos e aprendizagens exigidos pela BNCC.

A seguir exemplificamos como elaborar de maneira prática um planejamento anual para a Educação Infantil. 

Passo a passo para elaborar um planejamento anual para a Educação Infantil

Inicialmente, você deve ter em mãos o documento para ser preenchido.

1º Passo: preenchimento do cabeçalho

Preencha o cabeçalho com o nome da escola, professor, público alvo; neste exemplo, usaremos crianças bem pequenas, com idade entre 1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses.

2º Passo: preenchimento do Objetivo Geral

Defina o Objetivo Geral que será trabalhado durante o ano. Por exemplo: ampliar o universo de experiências, conhecimentos e habilidades das crianças, diversificando e consolidando novas aprendizagens, atuando de maneira complementar à educação familiar.

3º Passo: preenchimento dos campos de experiência:

Especificar os 5 campos de experiência, de acordo com a BNCC:

  • Eu, o outro e o nós – desenvolver atitudes e valores, como respeito, generosidade, diversidade cultura, relação com o outro, com a família e escola
  • Corpo, gestos e movimentos – desenvolver a linguagem corporal, como engatinhar, andar, pular etc.
  • Traços, sons, cores e formas – relaciona-se com como as crianças percebem os sons e as cores a sua volta, por meio da música, das artes, cores e formas.
  • Escuta, fala, pensamento e imaginação – desenvolvimento da imaginação e criatividade, utilizando materiais escritos com foco em conhecer e desenvolver a fala de maneira contextualizada.
  • Espaços, tempos, quantidades, relações e transformações – trabalha a matemática, as ciências naturais, de maneira contextualizada e divertida. 

4º Passo: preenchimento dos Objetivos de Aprendizagem que constam na BNCC

No caso da Ensino Infantil, em cada campo de experiência há três ou mais objetivos de aprendizagem que variam de acordo com a faixa etária específica. 

Para a faixa etária que estamos trabalhando, há 7 objetivos de aprendizagem diferentes para o primeiro campo de experiência. Você deverá selecionar objetivos para cada campo de experiência. A depender do que você irá trabalhar com as crianças e do que você quer passar para seus alunos.

Para o campo de experiência Eu, o outro e o nós, faixa etária entre 1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses, selecionamos o objetivo: (EI02EO01) Demonstrar atitudes de cuidado e solidariedade na interação com crianças e adultos.

5º Passo: preenchimento do Eixo Temático

Aqui, você deve responder à questão “O que”? Pensando em quais os conhecimentos você deseja passar aos seus alunos para alcançar os objetivos de aprendizagem, levando em consideração os campos de experiência. 

Vale ressaltar: neste caso, você terá que pensar em vivências que sejam interdisciplinares entre os campos de experiência. 

Um exemplo de eixo temático seria: valores humanos, como compreensão, empatia, respeito, entre outros.

6º Passo: preenchimento da Metodologia

Neste campo, você deve responder a questão “Como”? De que maneira você irá passar o conhecimento selecionado para que o objetivo seja alcançado, levando em consideração os campos de experiência.

Um exemplo para a faixa etária que estamos usando seria explorar brincadeiras que façam com que elas imaginem, criem espaços diferentes, além de trabalhar o respeito e a empatia, como uma invenção de uma história do mundo do faz de conta.

7º Passo: preenchimento dos Direito de Aprendizagens e Desenvolvimento na Educação Infantil (BNCC)

Para a Educação Infantil, a BNCC estipula seis direitos de aprendizagens e desenvolvimento, neste campo você deve descrevê-los: 

  • Conviver;
  • brincar;
  • participar;
  • explorar;
  • expressar;
  • conhecer-se. 

8º Passo: descrever os Recursos Materiais

Aqui, você deverá descrever quais os materiais que serão utilizados ao longo do ano para que as atividades propostas sejam cumpridas. Livros, lápis de colorir, brinquedos, tesoura, enfim, todos os materiais que você julgar necessário.

9º Passo: preenchimento da Avaliação

Para a Educação Infantil, a forma de avaliar é por meio do acompanhamento, que deverá ser constante, contínuo e detalhado. Para isso, existe o registro do desenvolvimento e do portfólio.

Após todos os passos, é necessário acompanhar de perto o planejamento anual para que ele seja executado da melhor maneira possível.

E para ajudar coordenadores e professores a colocá-lo em prática, é fundamental contar com plataformas educacionais online. Além de te ajudar a planejar, aplicar e analisar atividades e avaliações, esse tipo de ferramenta fornece uma série de dados que auxiliam a escola a melhorar os seus resultados. Afinal, o Learning Analytics tem um papel muito importante para apoiar a escola na definição de estratégias para superar as dificuldades encontradas ao longo do ano.

Gostou das dicas sobre como elaborar um planejamento anual de acordo com a BNCC? Esperamos que sim! Aproveite e saiba tudo sobre os diferentes tipos de planejamento escolar e qual o melhor para sua escola aqui.

Banner de divulgação do ebook gratuito "Guia do planejamento escolar" com link para: https://conteudo.imaginie.com.br/guia-planejamento-escolar?utm_source=blog&utm_medium=post&utm_campaign=material-rico

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

dezoito + 13 =

Posts relacionados

[Ebook]

Captação de alunos em tempos de distanciamento social: estratégias para que sua escola minimize os impactos causados pelo isolamento

Está apreensivo com o desafio de conseguir captar alunos em tempos de distanciamento social? Então leia este nosso guia completo e veja estratégias para conseguir manter alunos e angariar novos em tempos de isolamento!

[Palestra online]

Como avaliar os estudantes no ensino online?

A necessidade de se desenvolver um ensino online durante a quarentena do Coronavírus levantou uma série de questões entre professores e gestores escolares. Uma delas é: como avaliar os estudantes?

[Infográfico]

3 práticas de ensino híbrido para aplicar na escola

Ainda com dúvidas a respeito de questões legais sobre o Ensino a Distância para a educação básica em meio à quarentena do Covid-19? Então este infográfico é para você. Ele sanará todas as suas dúvidas e te ajudará a saber como sua escola deve agir neste momento tão delicado!

[Infográfico]

Avaliação Formativa: o que é, características e quais seus instrumentos avaliativos

Quer mudar o método avaliativo

[Infográfico]

Como orientar pais e responsáveis sobre o ensino online

Está com dificuldades para orientar pais e alunos acerca da educação a distância em meio ao isolamento social? Então, baixe agora este infográfico!

[Ebook]

Como preparar os alunos para o Enem

Tem dúvidas sobre como preparar os alunos para o Enem, a fim de que eles se destaquem, tenham um bom resultado individual e, consequentemente, coletivo para a escola? Então este ebook foifeito para você!

Calendário vestibular 2021: Confira as datas dos principais processos

Não sabe como orientar os alunos de sua escola sobre as datas dos diferentes vestibulares? Teve dificuldade para encontrar as informações? Achou tudo muito desorganizado? Então este calendário é para você!

[Infográfico]

Orientações jurídicas para EaD: 9 principais perguntas

Em parceria com a Educa Legal, a Imaginie preparou este infográfico com as 9 principais perguntas e respostas sobre EaD!

[Ebook]

Tendências educacionais na sala de aula: como melhorar o desempenho e a comunicação com os pais

Encontre tendências educacionais que irão melhorar o desempenhos dos alunos da Geração Z e ainda aproximar a família de sua instituição!

[Modelo Gratuito]

Planejamento pedagógico de acordo com a BNCC

Você sabe como usar a BNCC na área de Linguagens? Entenda como planejar a leitura e a aplicação da produção textual no Ensino Básico de acordo com as competências da BNCC!

[Kit]

Ensino online: saiba como aplicá-lo em sua escola

Saiba tudo o que você precisa para desenvolver um ensino online de qualidade em sua escola e avaliar o seu funcionamento ao longo do tempo com este kit gratuito que preparamos para você!

[Ebook gratuito]

Como manter a rotina de estudo dos alunos em tempos de Covid-19?

Em parceria, a Imaginie e o Descomplica produziram um guia prático com 6 estratégias para manter os alunos engajados durante o período de quarentena.

[Ebook gratuito]

Indicadores de desempenho escolar

Saiba por que e como fazer uma gestão escolar baseada em dados!

Guia do planejamento escolar

Saiba o passo a passo para criar um planejamento escolar realmente eficiente!

Faça seu cadastro para receber nossa Newsletter